PAD 921 - C D M M

Pelotão de Apoio Directo

2008/05/15

1964-01-04 Ataque ao Ambrizete


Consequencia do rebentamento da mina à saída de Ambrizete para Musserra, esta foi uma das duas viaturas.
Neste rebentamento houveram consequencias graves.

2 comentários:

Rogerio Trindade Almeida disse...

Eu sobrevivi a este "incidente".
Ex. Furriel Mil- Rogério Almeida
13/01/2915

Jak Anjos disse...

Eu era o condutor designado dessa viatura mas não estive no acidente. Nessa noite houve uma sessão de cinema na esplanada da vila na qual eu estive, adormeci e quando acordei alguém me disse que estávamos a ser atacados. Corri para o quartel (COMANDO DO AGRUPAMENTO Nº 9 e no momento que chego fui chamado a pegar na dita viatura mas ela já não estava lá, tinha sido conduzida pelo mecânico do dito C/A/9, nesse momento ouvi a explosão. Como Também tinha uma ambulância a meu cargo fui designado a ir ao local buscar um colega nosso que estava lá já vida. (Muito duro para mim esse momento.) Joaquim António Caeiro dos Anjos. Soldado Condutor ANJOS (O ACORDEONISTA)